Opinião: negar o uso dos árbitros de vídeo é dizer “não” à evolução

Os cartolas do futebol brasileiro disseram “não” ao progresso. Doze dos vinte representantes dos times brasileiros que vão disputar a elite do futebol nacional em 2018 negaram o uso do árbitro de vídeo em jogos do Brasileirão. Os dirigentes das equipes que optaram por não apoiar a implantação da tecnologia justificaram seus votos com base no alto custo para operacionalizar …